Preenchimento de face ou harmonização facial

Trata-se de uma técnica que foi desenvolvida com o objetivo de prevenir o envelhecimento da face, corrigir alguns sinais do envelhecimento causados pela ação da gravidade, ou mesmo redesenhar a face aprimorando ou destacando alguma característica positiva individual.

É uma ferramenta de beleza muito útil que pode tratar rugas, olheiras, aumentar lábios e repor o volume do rosto que os anos levaram embora.

Existem muitas técnicas diferentes e muitos produtos diferentes. Os produtos mais seguros e mais usados no mundo todo com esse objetivo são:  o ácido hialurônico, a hidroxiapatita de cálcio (Radiesse) e o ácido polilático (Sculptra).

O mais comumente utilizado é o ácido hialurônico. Feliz ou infelizmente, nem todo ácido hialurônico é igual. Existem tipos diferentes, marcas diferentes e com diferentes qualidades…

Não é uma técnica isenta de riscos e complicações. Mas, quando realizada com o produto correto e da maneira correta, torna-se muito segura. Por isso, procure um médico que tenha boa formação teórica e prática para cuidar de você.

Casquinhas no rosto

Se você tem casquinhas no rosto, cuidado! Primeiro procure não forçar para removê-las, não cutuque e procure um dermatologista. Elas costumam ser um sinal de que alguma coisa na sua pele não está bem. Vou citar alguns exemplos de problemas que causam casquinhas no rosto:

Dermatite seborreica: também conhecida como caspa, (sim a caspa pode se manifestar fora do couro cabeludo!)

Psoríase: apesar de não ser um lugar frequente, a psoríase também pode aparecer no rosto.

Alergias (ou dermatite de contato alérgica): costumam causar casquinhas principalmente nas pálpebras.

Queratose actínica: trata-se de uma lesão pré-maligna e caso não seja resolvida, tem chance de evoluir para câncer de pele.

Portanto, procure não usar pomadas antes de ter um diagnóstico correto porque pomadas mudam o aspecto da lesão e tornam o seu diagnóstico mais difícil. Além disso, algumas pomadas podem piorar suas casquinhas a longo prazo apesar de uma aparente melhora inicial.

Cuidados com os cabelos

Muitos são os agentes que agridem a saúde dos nossos cabelos diariamente. Além de todas as incômodas doenças às quais o fio de cabelo está sujeito ao longo da vida (fungos, bactérias, doenças imunológicas e nutricionais) o fio sofre com agressões físicas e químicas causadas por nossas próprias ações.

Então aí vão algumas dicas para cuidar melhor dos seus cabelos:

Alimentação saudável, exercícios físicos e atitudes que melhorem a qualidade de vida, assim como para o corpo, também são benéficos para a saúde dos cabelos.

Bonés não causam queda de cabelo de maneira direta mas, indiretamente, podem ajudar a propagar fungos. Então, use-os à vontade desde que mantenha-os sempre limpos e secos (cabelos e bonés)

Procure não tracionar demais nem por muito tempo os fios de cabelo em penteados. Isso pode causar um tipo de queda de cabelo irreversível! Esses cabelos podem morrer pois ao tracioná-los você dificulta a nutrição da raiz e eles acabam morrendo.

Prefira xampus e condicionadores com bons agentes hidratantes e faça hidratações profundas periódicas. No caso de precisar de secador ou prancha, não esqueça o protetor térmico sem enxague e seque bem os cabelos antes de começar a modelar, isso reduz o dano térmico e o tempo de tração dos fios

Cuidados com as unhas

Não é verdade que unhas precisam respirar já que são lâminas de queratina e não são um tecido vivo. Mas, se você gosta de usar esmaltes, é preciso que você descanse as unhas das agressões químicas dos esmaltes por pelo menos 24 horas por semana. Aproveite esse intervalo para hidratar unhas e cutículas, isso as ajudará a permanecerem saudáveis.

Outros cuidados básicos são: não usar polidor de unhas e preferir removedores de esmalte que não contenham acetona em sua composição. Assim você estará agredindo menos suas unhas durante os cuidados periódicos. Além disso, tente não remover as cutículas porque apesar dessa remoção deixar o esmalte mais bonito, isso é uma agressão enorme para as unhas já que as cutículas são barreiras protetoras contra a invasão de microrganismos (fungos e bactérias) que podem afetar a qualidade das unhas e da pele ao redor das unhas.

Se suas unhas estão excessivamente frágeis, procure ajuda de um dermatologista para prescrever suplementos alimentares e outros tratamentos que possam fortalecê-las.